Dicas Para Cabelos Oleosos: mudanças e cuidados simples

Para te acalmar:

São vários os motivos para se ter excesso de oleosidade nos cabelos. Isso é “ruim” e bom. “Ruim”, pois temos que adaptar alguns costumes para evitar esse problema, mas bom porque são várias as opções para o tratamento. Muitas delas melhoram não só a questão da oleosidade, mas também a nossa qualidade de vida.

Vamos com calma e adaptando nossas vidas com essas dicas e cuidados. Quando começamos, nada nos para!

 

O que é a Oleosidade Capilar?

O couro cabeludo produz o sebo/oleosidade para proteger o cabelo contra quebras e sujeiras. Mas seu excesso pode causar complicações, como dermatite, caspa e até a queda do cabelo.

 

O que causa a oleosidade capilar?

 

Estresse. As alterações do sistema nervoso nos casos de grande estresse propiciam o aumento de óleo no couro cabeludo; suor também influencia;

 

Alterações hormonais. Na gravidez é muito comum o aumento da oleosidade, pois as células do corpo tendem a produzir mais gordura;

 

Banho e Secador muito quente. Resseca, além da pele, o couro cabeludo, fazendo com que ele produza mais oleosidade. Evite usar o secador muito perto da raiz do cabelo;

 

Genética. Dificuldades de absorção da vitamina B6 ou deficiência de Ácidos Graxos podem acarretar o excesso de óleo. Fale com um médico;

 

Uso de cosméticos errados. Shampoos e cremes que não sejam específicos para o seu tipo de cabelo podem ocasionar no aumento da oleosidade capilar;

Lugares com ar sujo. Cozinha, trânsito, entre outros lugares sujam com mais facilidade os cabelos. Se puder, evite. Senão, escolha bem os dias de lavar.

 

Não passe condicionador após o banho. Isso causa oleosidade e caspa. O condiconador deve ser usado durante o banho.

 

Cuidados para evitar a oleosidade excessiva dos cabelos:

Às vezes pode ser trabalhoso lavar os cabelos todos os dias, mas isso pode não ser o certo para o seu cabelo. Do mesmo jeito que deixar de lavar ajuda a deixá-los mais oleosos, lavar em excesso também pode prejudicar os fios.

Existem alguns cuidados simples de se tomar para evitar a oleosidade excessiva:

 

Mantenha os cabelos mais soltos e livres. Para deixar os cabelos respirarem, use chapéus, bonés ou tocas só quando necessário;

 

Dedos e escovas contém oleosidade. Evite ficar passando a mão nos cabelos ou pentear por muito tempo. É gostoso, mas esses costumes ajudam na produção de óleo;

 

Metade da raiz para baixo. Tente passar condicionadores, cremes para pentear ou máscaras da metade da raiz para baixo. Não passe no couro cabeludo;

 

Shampoo com pH neutro ou para cabelos oleosos. Teste um ou outro, ou alterne os dois;

 

Sujeiras mais difíceis e pequenas podem ser retiradas com shampoo anti resíduo; use uma vez por semana

 

Massagear o couro cabeludo na lavagem. Estimula a circulação sanguínea, o que faz aumentar o nível de oxigênio para facilitar a mobilidade dos nutrientes da região e fazer os fios crescerem mais saudáveis e fortes;

 

 

O banho quente. Já citado, resseca o couro cabeludo, o que faz com que ele produza mais oleosidade do que o necessário para proteger os fios.

 

Afinal, com que frequência se deve lavar os cabelos?

 

 

É uma dúvida bem frequente. Existem alguns motivos que podem te fazer lavar os cabelos com mais ou menos frequência:

 

Cabelos secos precisam de mais de hidratação do que lavagens constantes;

 

Cabelos mais oleosos necessitam de lavagens mais frequentes para tirar o excesso de resíduos e lipídeos*, mas é preciso tomar cuidado para não lavar muito e tirar a oleosidade “boa”, que protege o couro cabeludo;

*Lipídeos são provenientes de alimentos, como gordura vegetal (insaturados) e gordura animal (saturados). Eles impermeabilizam os cabelos. Seu excesso deixa o couro cabeludo mais oleoso.

O clima quente pode exigir mais lavagens e cuidados frequentes, pois resseca os cabelos;

 

Utilizar produtos como sprays, pomadas e géis pode influenciar na quantidade de resíduos; isso influencia na quantidade de vezes que se deve lavar os cabelos;

 

Praticar esportes constantemente faz com que seja necessário lavar os cabelos com maior periodicidade para retirar resíduos, cloro, etc.

 

A alimentação é aliada ou rival no combate à oleosidade, atente-se a ela

 

Alimentos que aumentam e controlam a oleosidade capilar:

A alimentação reflete em todo o corpo. Aumento ou diminuição de gordura na pele e, também, no excesso de oleosidade dos cabelos.

Veja os alimentos que colaboram para o excesso de oleosidade e os que a controlam:

*Antes de tomar alguma providência, converse com um nutricionista.

 

Alimentos que provocam a oleosidade dos cabelos

 

Açúcar em excesso causa a redução da vitamina E no organismo, que é muito importante para o crescimento saudável dos fios. Grandes quantidades de açúcar também diminuem a elasticidade dos cabelos, afetam a absorção de proteínas essenciais para os cabelos e aumentam a produção de sebo, deixando os fios mais oleosos;

 

Carnes são ricas em proteínas, mas o seu consumo em grandes quantidades pode deixar o cabelo mais oleoso que o normal. Isso se dá pela dificuldade do organismo de digerir corretamente o ácido úrico, que se acumula no sangue e causa a oleosidade e a possível queda dos fios;

 

Gorduras encontradas em hambúrgueres, frituras e outros alimentos, quando ingeridas em grandes quantidades, podem auxiliar na produção de oleosidade do couro cabeludo, além de serem prejudiciais à saúde;

 

Refrigerantes influenciam, e muito, no aumento da oleosidade capilar. Seus açúcares passam rapidamente para a corrente sanguínea (por ser um líquido) em maiores quantidades, podendo também influenciar na oleosidade capilar;

 

– O Sal, além de aumentar a oleosidade dos cabelos, também os deixa quebradiços e facilita a sua queda. Evite alimentos industrializados, pois possuem grandes quantidades de sódio.

 

O secador muito quente, e perto da raiz, pode ressecar seu couro cabeludo, fazendo-o produzir mais oleosidade

 

 

Alimentos que limitam a oleosidade dos cabelos

 

Cenouras são ricas em vitamina A, que nutre o couro cabeludo e evita a produção da oleosidade capilar, deixando os fios mais saudáveis e soltos;

 

Espinafres contêm grande quantidade de ferro, que controla a oleosidade do couro cabeludo e fortalece a raiz, ajudando no crescimento dos fios;

 

Castanhas-do-Pará possuem grandes quantidades de zinco, que também diminui a oleosidade dos cabelos, acelera o seu crescimento, previne a descamação do couro cabeludo e evita a produção de sebo;

 

Laranjas são ricas em fibras e vitamina C, e por isso removem as toxinas do nosso organismo, que aumentam a oleosidade do couro cabeludo e causam as caspas;

 

Morangos também são ricos em vitamina C e flavonoides, que auxiliam na circulação sanguínea do couro cabeludo, fazendo os frios crescerem de forma mais rápida e forte. Também auxilia na prevenção da quebra, queda e ressecamentos dos fios;

 

Cuidado ao usar bastante creme ou shampoo seco no dia a dia, eles podem aumentar a oleosidade dos fios 

 

Mistura: cabelos oleosos e secos:

Sim, é possível. Geralmente acontece nos cabelos mais ondulados, isso porque o sebo fica concentrado no couro cabeludo, ao invés de se espalhar para o restante do cabelo: raiz oleosa e pontas secas!

Seguem algumas dicas de como cuidar desse tipo de cabelo; veja que simples:

 

Na raiz. Aplique o shampoo que controla a oleosidade excessiva;

 

Nas pontas. Utilize condicionadores e outros produtos hidratantes, evitando, assim, o ressecamento;

 

Enxágue bem, de forma a não deixar nenhum resíduo dos produtos.

 

Hidratar com cremes. Apenas no comprimento das pontas. Veja qual o melhor tempo entre uma hidratação e outra; geralmente deve ser feita uma vez por semana, mas depende do cabelo

 

Produtos contra Oleosidade Excessiva:

Conheça os nutrientes do OIL CONTROL Girass, que equilibram a oleosidade do seu cabelo, dando a sensação de recém lavados por muito mais tempo:

Shampoo Oil Control Girass

https://www.lojagirass.com.br/shampoo-girass-oil-control-320ml-pr-49-412371.htm

 

Condicionador Oil Control Girass

https://www.lojagirass.com.br/condicionador-girass-oil-control-320ml-pr-51-412371.htm

 

Conheça os nutrientes que compõem nossos produtos:

Pitanga Extract: possui ação adstringente, que equilibra a oleosidade da pele e do couro cabeludo, além de se antibacteriano.

 

Proteínas de Trigo: promove a recuperação dos fios danificados pela oleosidade;

 

Vitamina E: estimula o crescimento, ajuda a equilibrar o pH, melhora a circulação sanguínea do couro cabeludo, tem ação antioxidante (evita quebras nos fios) e aumenta a hidratação e maciez dos fios;

 

Menta Fresh: combate a oleosidade excessiva;

 

Protetor Solar: para pegar sol tranquilamente e absorver vitamina D para o cabelo.

 

Conclusão de amiga: bastante coisa, não? Não desanime! Lembre-se que além de melhorar a saúde do seu cabelo, essas mudanças irão, com certeza, melhorar outros aspectos da sua vida. É aquela mesma história de equilibrar o que usamos no cabelo, o que comemos e bebemos. Com o tempo tudo vai se encaixando no dia a dia e a melhora será totalmente visível. Mas vá com calma, ninguém é robô para se acostumar com as coisas de uma hora para a outra 😉

 

Saiba mais em:

https://www.tuasaude.com/cabelos-oleosos/

 

https://www.minhavida.com.br/beleza/galerias/5132-cabelo-oleoso-12-formas-para-acabar-com-a-oleosidade-dos-fios

 

https://claudia.abril.com.br/cabelos/como-tratar-cabelo-oleoso/

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *